Para a AEP, que conta com o apoio da Opal na organização da “Vinho e Sabores de Portugal no Brasil”, o facto de os vinhos nacionais ocuparem o 2º lugar no ranking do consumo dos brasileiros - colocando Portugal à frente de muitos países com uma longa tradição vitivinícola - foi o mote para organizar mais uma ação para dar a conhecer os produtos das empresas nacionais.

As duas ações, que se desenrolam primeiro em São Paulo (Estado com dados relevantes no consumo de vinhos portugueses) e depois em Curitiba (capital do Estado do Paraná e o segundo estado com mais consumo de vinho per capita), contam com a presença do Chef Hélio Loureiro e com o apoio do jornal Folha de São Paulo.

Durante toda a semana, as empresas de vinhos Grande Porto, Manuel Costa e Filhos, Real Companhia Velha, Vallegre e Ponto de Venda e a de queijos Lactoserra vão ter a oportunidade de dar a conhecer os seus produtos a um vasto grupo de especialistas, líderes de opinião, jornalistas, empresários e consumidores brasileiros, criteriosamente escolhidos pelo gosto pelo vinho e gastronomia portuguesa e pelo poder de compra.

Para além da realização de provas (livres, temáticas e comentadas) e momentos de confeção de gastronomia portuguesa, a “Vinho e Sabores de Portugal no Brasil” também conta com um espaço para reuniões B2B com empresas locais.

A atividade da AEP neste mercado remonta a 2005, com a primeira missão empresarial, e ao longo dos anos através da participação em inúmeras feiras e eventos (vinhos, agroalimentar, têxtil, máquinas e ferramentas, saúde, casa e decoração). Esta é já a VII edição da “Vinho e Sabores de Portugal no Brasil”. Nos últimos anos, as ações aconteceram em várias cidades brasileiras, país de dimensão continental, e no futuro serão alargadas a outras cidades.

O Brasil, com uma população de cerca de 205 milhões de habitantes, é a 9ª economia mundial e a 1ª da América Latina. As relações comerciais entre Portugal e o Brasil continuam a ser relevantes, não só pelos laços históricos existentes, mas também pelo facto de o Brasil continuar a ser comprador dos vinhos e dos produtos agroalimentares portugueses.

Esta missão é desenvolvida pela AEP, integrada no seu projeto "Business On the Way", no âmbito do Portugal 2020 e Compete 2020, Programa Operacional da Competitividade e internacionalização, Eixo II – Projetos conjuntos – Internacionalização.