Segundo dados da CVRA (Comissão Vitivinícola Regional Alentejana), o ano de 2017 ficou marcado pelo aumento de 11,9% nas exportações, que superaram o valor de 65 milhões de euros, com um destacado crescimento de 26% no vinho DOC Alentejo.
A quantidade exportada cresceu 2,3% devido à subida de 11% nas vendas de DOC, enquanto o Regional teve uma diminuição de 0,1% - o único indicador em 2017 que não variou de forma positiva.

Com o preço a subir 9,4%, os importadores internacionais pagaram em média 2,43€ por garrafa de vinho do Alentejo, um preço superior à média nacional de 2,11€ por garrafa nas categorias DOC/Regional.

Para Francisco Mateus, presidente da CVRA, “valorizamos muito o crescimento do preço médio na exportação, pois demonstra o reconhecimento da qualidade dos vinhos e a disposição dos importadores e consumidores internacionais para pagar mais por cada garrafa de vinho da região do Alentejo. No ano de 2017, dos 25 principais mercados o preço médio aumentou em 23 deles. Apenas Macau e Espanha tiveram uma diminuição”.