Proveniente do Cima Corgo, uma das sub-regiões do Douro, o ‘Quinta da Costa das Aguaneiras’ é um tinto sem truques e tipicamente duriense; o único que se mantém como “vinho de quinta” por manter toda a essência e peculiaridade de um único terroir.

Nas suas vinhas, com idades entre os 30 e os 60 anos, nascem a Touriga Nacional e a Tinta Roriz que lhe dão corpo. Um vinho que gera empatia pela sua elegância e aromas mais primários que o tornam um vinho poderoso.

Mantendo a tradição, as uvas são pisadas a pé nos lagares de pedra da Casa de Mateus, em Vila Real, e posteriormente colocado a estagiar durante dose meses em barricas novas de carvalho francês. A colheita de 2013 apresenta uma cor vermelha viva, intensa e profunda, que transmite a sensação de um verdadeiro vinho do Douro.

Os aromas exuberantes e complexos são obtidos através da integração discreta e equilibrada da madeira que dá ênfase à presença de notas a fruta bem madura como a ameixa ou a amora, uma característica bem vincada dos vinhos durienses. A acidez equilibrada e a presença de taninos suaves fazem deste, um vinho cheio e uma verdadeira experiência sensorial ao alcance de todos.

A tipicidade e misticismo do Douro estão bem presentes neste ‘Quinta da Costa das Aguaneiras tinto 2013’, um tinto estruturado e com uma excelente capacidade de evolução em garrafa, um dos reflexos das enormes capacidades do Douro.

Álc.: 14,0%

Acidez Total: 5,10g/l

pH: 3,75

Quinta da Costa das Aguaneiras DOC Douro Tinto 2013

PVP: €18,50